Na noite deste sábado (31/08), um homem foi espancado até a morte no Jardim Europa, em Toledo.

O crime aconteceu em via pública na presença de várias pessoas, que filmaram e fotografaram o ocorrido.

As imagens mostram a vítima caída no meio da rua, recebendo chutes e outros golpes.

A Pig Notícias conversou com agentes da Polícia Civil, da Polícia Militar e do IML e obteve alguns detalhes.

Segundo o levantamento, o corpo da vítima deu entrada no Instituto Médico Legal poucos minutos antes das 21 horas.

E com o cadáver havia um crachá de uma empresa identificando um de seus funcionários como Valdecir de Oliveira.

Entretanto, não foi confirmada se essa é a identidade do morto, pois seu rosto apresenta muitas escoriações, inviabilizando o reconhecimento.

E também porque algumas características físicas da foto estão diferentes das características do defunto.

Também soubemos que a PM esteve no local do assassinato e prendeu um homem.

Ele foi levado para a 20ª SDP, onde deu entrada às 21:15.

De acordo com seu depoimento, ele assumiu a autoria do homicídio e afirmou ter agido sozinho.

Perguntado pela nossa reportagem se houve linchamento, os policiais civis reiteraram que o preso afirma ter cometido o crime sozinho.

E sem a participação de outras pessoas, o que para a polícia descaracteriza o linchamento.

Todas essas informações estão sendo apuradas pelas forças de segurança e só poderão ser confirmadas depois de concluídas as investigações.

Portanto, não se pode afirmar no momento qual a identidade da vítima e nem apontar as causas do crime, que aconteceu na Rua Presidente Vargas, próximo ao número 730.

Suspeitas

De acordo com as imagens, o agressor faz menções a supostos delitos que o homem espancado teria cometido, atribuindo a ele, entre outros, crimes o de natureza sexual.

Porém, de acordo com a polícia, não se pode confirmar tais acusações e nem a suspeita de que ele tenha envolvimento com o incêndio que tirou a vida de uma mulher nesta semana (como tem circulado pelas redes sociais).

O que se sabe é que o homicídio de hoje ocorreu na mesma rua em que se situa a residência que pegou fogo na última quinta-feira (29/08), matando Delci Aparecida Alves, de 48 anos.

Incitação à violência

Além das fortes cenas de violência contidas nos vídeos, outra coisa que chama atenção é a animosidade de algumas pessoas que estão presentes.

Enquanto alguém filma, uma mulher aparece nas imagens incitando a violência e incentivando o agressor.

Segundo informações repassadas pela polícia, tais atitudes estão tipificadas no Artigo 286 do Código Penal, que prevê pena de detenção a quem “Incitar publicamente a prática de crime”.

Reveja caso da Delci no link abaixo

http://aquiagora.net/noticias/ver/89417/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Next Post

Mensagem de fé do vereador Pavão Filho

dom set 1 , 2019
<div class="at-above-post addthis_tool" data-url="https://petrusnews.com/2019/09/acusado-de-supostos-crimes-e-espancado-ate-a-morte-em-toledo-pr/"></div>Aqueles que buscam o Senhor Deus encontram amor, acolhida e perdão. Qualquer que seja a condição que estivermos, corramos para os braços de Deus, o […]<!-- AddThis Advanced Settings above via filter on get_the_excerpt --><!-- AddThis Advanced Settings below via filter on get_the_excerpt --><!-- AddThis Advanced Settings generic via filter on get_the_excerpt --><!-- AddThis Share Buttons above via filter on get_the_excerpt --><!-- AddThis Share Buttons below via filter on get_the_excerpt --><div class="at-below-post addthis_tool" data-url="https://petrusnews.com/2019/09/acusado-de-supostos-crimes-e-espancado-ate-a-morte-em-toledo-pr/"></div><!-- AddThis Share Buttons generic via filter on get_the_excerpt -->