Subprocuradora-geral da República, Lindora de Araújo, fez visita ao grupo nesta semana com suposto objetivo de acessar informações sigilosas.


A força-tarefa da Operação Lava Jato na Procuradoria-Geral da República (PGR) pediu demissão nesta sexta-feira (26/05) depois de a coordenadora do setor, subprocuradora-geral da República, Lindora de Araújo, supostamente ter tentado acessar o banco de dados do grupo sem o devido processo.

A informação é do jornal O Globo, que revelou a insatisfação de promotores dentro do Ministério Público Federal (MPF) após o episódio, por causa da suspeita de que o titular da PGR, Augusto Aras, esteja em busca de elementos contra o ex-ministro da Justiça Sergio Moro.

Aguarde mais informações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Next Post

Policial do Gate é assassinado por assaltantes no Pernambuco

sáb jun 27 , 2020
<div class="at-above-post addthis_tool" data-url="https://petrusnews.com/2020/06/pgr-forca-tarefa-da-lava-jato-se-demite-apos-tentativa-de-acesso-a-dados/"></div>Um policial militar do Grupo de Apoio Tático Itinerante (GATI) foi assassinado em Passira, no Agreste de Pernambuco, na sexta-feira 26/06. As câmeras de segurança […]<!-- AddThis Advanced Settings above via filter on get_the_excerpt --><!-- AddThis Advanced Settings below via filter on get_the_excerpt --><!-- AddThis Advanced Settings generic via filter on get_the_excerpt --><!-- AddThis Share Buttons above via filter on get_the_excerpt --><!-- AddThis Share Buttons below via filter on get_the_excerpt --><div class="at-below-post addthis_tool" data-url="https://petrusnews.com/2020/06/pgr-forca-tarefa-da-lava-jato-se-demite-apos-tentativa-de-acesso-a-dados/"></div><!-- AddThis Share Buttons generic via filter on get_the_excerpt -->