Funcionários procuraram este blog para tornar público que não estão realizando os trabalhos de suma importância para a saúde da população devido à falta de materiais.

A campanha da dengue que é fundamental, está totalmente parada devido não disponibilizar material de nenhuma natureza e muito menos  EPI’S para os funcionários.

Nem lanterna tem pra executar essa vistoria

Falta boletim diário, boletim semanal, boletim mensal, lápis, borracha, lanterna, grampeadores etc

adeys egps fazendo a festa em São Luís

A campanha está totalmente parada por irresponsabilidade do órgão competente, os funcionários não tem fardamento.

Outra questão é a unidade de vigilância de zoonoses que passa por uma calamidade nunca vista.

São Luís tem grande incidência de calazar, tanto nos animais quanto nas pessoas, inclusive com vários óbitos.

Nunca fizeram o treinamento dos funcionários para trabalhar com os testes rápidos, para que eles possam adentrar as comunidades ir de casa em casa, fazendo o teste nos animais.

E depois sendo estes testes positivo,  para recolher esses animais eles precisariam de viaturas como a carrocinha por exemplo.

Cada carrocinha comporta quatro funcionários, não existe no momento em São Luís nem sequer uma viatura ou carrocinha para se prestar a esse trabalho de suma importância para a saúde do povo ludovicense, muitos maranhenses, ludovicenses estão com calazar.

A (UVZ) unidade de vigilância de zoonoses por exemplo não tem sede própria, não tem Canis preparados.

Para trabalhar na carrocinha o funcionário precisa de todo o fardamento, material de cambão para prender o animal, é necessário urgentemente a construção do canil para que depois de testado positivo os animais, isso obviamente após a secretaria, disponibilizar os materiais necessários para funcionários possam conduzir os animais para o destino deles que no caso é o canil.

Não existe cura para o animal com calazar ele terá que ser sacrificado no local correto que deve ser no canil.

Já ouve um trabalho de teste de vacinação contra o calazar por um ano no bairro São Raimundo em São Luís, com 108 animais domésticos e todos os resultados foram negativos, a vacina não funciona.

Portanto fica a denúncia ao prefeito Edivaldo Holanda Júnior e a Secretaria de Saúde, para que tome providências urgentes imediatamente, estamos falando da Saúde de uma população inteira, como necessidades básicas como as acima citadas.

“Nós funcionários não estamos pedindo ouro nem prata prefeito”, eles querem apenas ter condições de ajudar o povo se livrar do calazar.

Inclusive segundo informação de um dos funcionários a secretária que está substituindo o antigo, está dificultando o pagamento do valor de r$ 600 para os funcionários que trabalham aos sábados.

O órgão já deve, e esta campanha que deveria estar em pleno funcionamento está parada, atrasadíssima, estamos falando da campanha de vacinação contra raiva para cães, gatos, e macacos.

Os animais de rua se abrigam aleatoriamente pelas ruas correndo atrás de bicicleta e de motos, de crianças e não tem carrocinha pra tirar das ruas.

A UVZ está situada na estrada de Ribamar próximo ao motel saramanta, e segundo informações o morador de bairros como Jardim Tropical por exemplo, vai fazer um teste rápido lá, eles não atendem, pois alegam que são moradores da cidade de São José de Ribamar.

Existe outra reclamação a respeito da caixa d’água do prédio vizinho que abastece a unidade, e quando esta caixa seca, a UVZ fica sem água, e eles não realizam os testes rápidos alegando que não tem água.

Outra denúncia gravíssima, os carros das campanhas de borrifação nos bairros, que precisam rodar de rua em rua, não podem sair por falta de combustível, falta de operador da máquina.

E as turmas de borrifação que trabalham na zona rural conta apenas com dois funcionários borrifando casas e sem EpI’s, arriscando suas vidas para salvar de outras pessoas.

Então fica a denúncia à Secretaria Municipal de Saúde e ao prefeito Edivaldo Holanda Júnior para que dê uma resposta satisfatória a população e aos funcionários.

Natália Mandarino assume comando da Secretaria Municipal de Saúde (Semus) de São Luís (MA) — Foto: Divulgação/Prefeitura de São Luís

“Sabemos que a nova secretária já recebeu a bomba explodindo, mas pedimos seu apoio” falou um dos guardas de endemias

Virginia Petrus

RP 1903/MA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Next Post

Vereador Astro de Ogum- Nota de Pesar

seg ago 17 , 2020
<div class="at-above-post addthis_tool" data-url="https://petrusnews.com/2020/08/guardas-de-endemias-fazem-graves-denuncias-sobre-campanha-contra-dengue/"></div>Com imensa tristeza, lamentamos a partida precoce do *Tenente Coronel Rodrigues do CBMMA*, ocorrida hoje 16/08,em função de problemas cardíacos. Neste dia de grande dor, […]<!-- AddThis Advanced Settings above via filter on get_the_excerpt --><!-- AddThis Advanced Settings below via filter on get_the_excerpt --><!-- AddThis Advanced Settings generic via filter on get_the_excerpt --><!-- AddThis Share Buttons above via filter on get_the_excerpt --><!-- AddThis Share Buttons below via filter on get_the_excerpt --><div class="at-below-post addthis_tool" data-url="https://petrusnews.com/2020/08/guardas-de-endemias-fazem-graves-denuncias-sobre-campanha-contra-dengue/"></div><!-- AddThis Share Buttons generic via filter on get_the_excerpt -->