O programa fortalece os cuidados com Recém nascidos e crianças com atraso no desenvolvimento infantil da capital maranhense que deverá ser ampliado pelo Executivo Municipal.

O nascimento de uma criança antes do momento previsto é um choque para pais e familiares.

As implicações de um parto antecipado causam problemas na formação do recém-nascido.

Dessa forma, é necessário que nesse turbilhão de angústias e medo as famílias sejam conscientes do cuidado que deverão ter neste processo de prematuridade.

Em São Luís, precisamente no bairro do Gapara, região do Itaqui-Bacanga, já está em funcionamento o “Follow-up”, o programa acompanha bebês prematuros, nascidos com idade gestacional menor que 37 semanas.

O projeto em plena execução há um ano tem o objetivo de conscientizar colaboradores, pacientes e sociedade em geral sobre as formas de evitar partos prematuros e os cuidados a serem tomados no caso de bebês que nascem de forma precoce.

Segundo a idealizadora do programa na capital, a terapeuta Dra. Luciana Tromps, que também é assessora de Expansão dos Programas de Saúde da Secretaria Municipal de Saúde (SEMUS), existem casos de alto índice na cidade e é necessário uma iniciativa dessa envergadura para atender as famílias ludovicenses que passam por essa situação.

Vale destacar que existe uma unidade no bairro São Raimundo, e que foi escolhida como primeiro polo no Distrito do Itaqui-Bacanga para a expansão do programa.

O polo vai funcionar com toda estrutura física, especialistas médicos, equipe multidisciplinar com três ambulatórios, sala de reabilitação sensório-motora, sala de estimulação cognitiva, brinquedoteca, além de estrutura necessária para acolher demandas solicitadas.

De acordo com a terapeuta a intenção é expandir o programa a outras regiões, como, São Francisco, Cohab e demais bairros da capital.

Luciana ressaltou também o empenho em buscar mais recursos para esse segmento.

“Fizemos levantamentos e conferências em todas as unidades de atenção básica de São Luís para saber quais os recursos a serem disponibilizados e assim, melhor atender a todos que precisam das ações de cuidados neonatal na capital”, pontuou.

A terapeuta também aproveitou para ressaltar os apoios e incentivos que recebeu das autoridades políticas.

“Eu agradeço primeiramente a Deus, porque sem ele não somos nada, ao prefeito Eduardo Braide, ao secretário da saúde, Joel Nunes que oportunizou a realização deste projeto, e em especial ao presidente da Câmara Municipal, vereador Osmar Filho, que foi o nosso mediador e incentivador que abraçou o programa desde o anexo implantado no bairro do Gapara”, agradeceu ela.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Next Post

Governador Flávio Dino libera funcionamento de bares e restaurantes a partir de segunda-feira (29)

sex mar 26 , 2021
<div class="at-above-post addthis_tool" data-url="https://petrusnews.com/2021/03/itaqui-bacanga-unidade-do-sao-raimundo-sera-o-primeiro-polo-do-programa-follow-up-em-sao-luis/"></div>O governador Flávio Dino anunciou novas medidas sanitárias. As escolas privadas podem voltar ao ensino híbrido, a rede estadual segue apenas on-line. Os servidores públicos […]<!-- AddThis Advanced Settings above via filter on get_the_excerpt --><!-- AddThis Advanced Settings below via filter on get_the_excerpt --><!-- AddThis Advanced Settings generic via filter on get_the_excerpt --><!-- AddThis Share Buttons above via filter on get_the_excerpt --><!-- AddThis Share Buttons below via filter on get_the_excerpt --><div class="at-below-post addthis_tool" data-url="https://petrusnews.com/2021/03/itaqui-bacanga-unidade-do-sao-raimundo-sera-o-primeiro-polo-do-programa-follow-up-em-sao-luis/"></div><!-- AddThis Share Buttons generic via filter on get_the_excerpt -->