País registrou 349 mil novos diagnósticos de infecção pelo coronavírus, o que corresponde a 42% dos casos de contágio do mundo em 24 horas
Neste domingo (25/4), a Índia computou 349.691 novos casos de Covid-19 em 24 horas, batendo seu próprio recorde de registros pelo quarto dia consecutivo.
A Índia é a maior produtora de vacinas do mundo – com a alta de casos, o governo tende a priorizar o consumo interno, prejudicando a exportação para outros países, como o Brasil.
Entre sábado (24/4) e domingo, o número de novos diagnósticos de Covid-19 da Índia correspondeu a 42% dos registros de infecção de todo o mundo em 24 horas, que foram 830.288 casos oficiais.
Os dados são do Ministério da Saúde indiano. Com esses novos números, a Índia já acumula 16,9 milhões de infecções pelo novo coronavírus e 192.311 mortes em decorrência da doença, sendo 2.767 registradas nas últimas 24 horas. O país tem 1,4 bilhão de habitantes.
Para efeitos de comparação, o Brasil, com cerca de 211 milhões de habitantes (estimativa de 2019), computou, até o momento, 389 mil mortos.

A aceleração de casos em um ritmo oito vezes maior nas últimas semanas preocupa as autoridades sanitárias do país. No fim de março, com a vacinação encaminhada, o governo indiano afrouxou as medidas de restrição, mas sua população ainda não estava plenamente imunizada.
Uma das vacinas usadas na Índia — e que é importada para o Brasil pelo governo federal —, a Oxford/AstraZeneca garante eficácia de 76% após cerca de 22 dias da primeira dose. A segunda dose aumenta essa eficácia para 82%, mas ela só pode ser recebida depois de três meses. Isso significa um
período de quase três meses e meio para a formação de anticorpos.
O primeiro-ministro do país, Narendra Modi, fez um apelo à população neste domingo (25/4). Pediu para que as pessoas respeitem o lockdown nas cidades que já determinaram o confinamento, assim como solicitou para que todos se vacinem. “Depois de enfrentar com sucesso a primeira onda, esta tempestade abalou a nação”, frisou.

O confinamento em Nova Delhi, capital da Índia, segue, pelo menos, até 3 de maio, mas poderá ser prorrogado, informa o jornal The Times of India.

https://www.metropoles.com/brasil/india-bate-recorde-de-novos-casos-de-covid-pelo-4-dia-seguido

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Next Post

Bombeiros realizam ação pelo Meio Ambiente em São José de Ribamar

seg abr 26 , 2021
<div class="at-above-post addthis_tool" data-url="https://petrusnews.com/2021/04/13172/"></div>Cadetes da Academia de Formação de Oficiais retiraram toneladas de lixo plástico e material orgânico nas praias do Caúra e Panaquatira, em ação coordenada pelo […]<!-- AddThis Advanced Settings above via filter on get_the_excerpt --><!-- AddThis Advanced Settings below via filter on get_the_excerpt --><!-- AddThis Advanced Settings generic via filter on get_the_excerpt --><!-- AddThis Share Buttons above via filter on get_the_excerpt --><!-- AddThis Share Buttons below via filter on get_the_excerpt --><div class="at-below-post addthis_tool" data-url="https://petrusnews.com/2021/04/13172/"></div><!-- AddThis Share Buttons generic via filter on get_the_excerpt -->