Iniciativa ressocializadora, auxílio aos municípios em obras de infraestrutura, garantia de dignidade aos apenados com o trabalho no ambiente carcerário.

Com estes focos, o Governo do Maranhão vem promovendo mudança na vida de apenados do sistema prisional maranhense e ainda transformando as vias de vários municípios.

Nos últimos três meses, foram mais de 2,3 milhões de blocos de concreto (bloquetes) produzidos pelos internos e doados pelo Governo do Maranhão para melhorar a condição de vias públicas em todo o estado.

A doação de blocos intertravados de concreto para uso em pavimentação de ruas nas cidades se soma a um amplo projeto de ressocialização no sistema penitenciário.

Pavimentação de vias públicas faz parte de um amplo projeto de ressocialização (Foto: Divulgação)

Essa ação integra o programa Trabalho com Dignidade, idealizado e executado pela Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (SEAP), que utiliza mão de obra carcerária para a feitoria das peças de concreto destinadas à pavimentação de ruas.

É também com esse material que o Governo do Estado executa ações como o Mutirão Rua Digna.

“A importância desta iniciativa é que os internos estão tendo a possibilidade de dar um retorno à sociedade, trabalhando na fabricação desses blocos que são utilizados na pavimentação de ruas em várias cidades do Maranhão. Ao mesmo tempo, os internos são inseridos no trabalho e conseguem oportunidade de serem ressocializados”, aponta o secretário da SEAP, Murilo Andrade.

Totalizam 2.360.140 blocos doados por convênios firmados entre abril e junho deste ano.

Com as doações, já foram contemplados os municípios de São Luís, Governador Nunes Freire, Guimarães, Santa Inês, Bom Lugar, Paulo Ramos, Apicum Açú, Aldeias Altas, Araioses, Cantanhede, Junco do Maranhão, São João Batista, Governador Eugênio Barros, Luís Domingues, Anapurus, Buriti Bravo, Turilândia, Amapá do Maranhão, São João dos Patos, Sucupira do Norte, São Vicente Férrer, Senador La Roque e Caxias.

O Maranhão possui 51 fábricas que utilizam mão de obra de presos de justiça para a produção de blocos intertravados de concreto.

A expectativa é que, até o final de agosto deste ano, sejam 80 fábricas do tipo no sistema prisional maranhense.

Mais cidades estão na lista para receber os materiais em uma próxima etapa, são elas: Icatu, São João do Carú, Bacurituba, São Domingos do Maranhão e Serrano do Maranhão. Com estas cidades a serem contempladas, mais 525.850 bloquetes serão doados pelo Governo do Maranhão.

https://www.ma.gov.br/agenciadenoticias/?p=311551

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Next Post

Clinica Acolher inaugura unidade no COHAFUMA

ter jul 13 , 2021
<div class="at-above-post addthis_tool" data-url="https://petrusnews.com/2021/07/governo-ultrapassa-2-milhoes-de-blocos-de-concreto-doados-para-pavimentacao-de-vias-publicas/"></div>A Clínica Acolher, especializada na área da Psicologia Clínica , ABA, Fonoaudiologia, Terapia Ocupacional, Integração sensorial, Psicopedagogia, musicoterapia, psicomotricidade, natação, ozônioterapia dentre outra serviços complementares […]<!-- AddThis Advanced Settings above via filter on get_the_excerpt --><!-- AddThis Advanced Settings below via filter on get_the_excerpt --><!-- AddThis Advanced Settings generic via filter on get_the_excerpt --><!-- AddThis Share Buttons above via filter on get_the_excerpt --><!-- AddThis Share Buttons below via filter on get_the_excerpt --><div class="at-below-post addthis_tool" data-url="https://petrusnews.com/2021/07/governo-ultrapassa-2-milhoes-de-blocos-de-concreto-doados-para-pavimentacao-de-vias-publicas/"></div><!-- AddThis Share Buttons generic via filter on get_the_excerpt -->